Página 1 de 1

REMAP

Enviado: 23 Set 2020, 10:18
por Mendesl
Salve irmandade!

No fim de semana viajei com a patroa na tezinha. Moto carregada, 2 pessoas grandes, baú, alforjes, mala de tanque.

Limite da estrada era 110 km/h, mas eu sofria pra chegar a 100.

Resolvi fazer um remap no motor. Minha intenção é uns 4 ou 5 cv pra essas viagens.

Não vou colocar ponteira pra não tirar o conforto.

Preciso de dicas, empresas que fazem, etc.

Abraço a todos!

Re: REMAP

Enviado: 27 Set 2020, 13:03
por FabioSp
Ola Mandel,

Vou te dar a minha opnião OK, nem todos podem concordar.

Não tem muitos meios de aumentar a potencia de um motor aspirado sem causar efeitos colaterais, ao contrário de motores turbo de carro, onde o remap faz muita diferença, pois é só aumentar a pressão do turbo, ajustar ponto e combustível e plim... saem mais de 50cv do nada...

Já mexi muito em carros meus com isso, até injeção programável já tive e na minha visão é o seguinte: no remap você simplesmente avança os limites de emissão de poluentes e de segurança. Obvio que os engenheiros que acertam a moto na fábrica não são idiotas, fazem o melhor acerto possível para que o motor tenha uma vida longa e funcione bem no frio, no calor, na praia, na cordeilheira dos Andes, com gasolina boa, adulterada, filtro de ar de novo a quase entupido, motor desde novo até o fim da vida e tudo isso sem extrapolar os limite de emissão de poluentes.

De fábrica não se usa ponto de ignição no limite, pois uma abastecida com gasolina adulterada pode causar detonação e acabar quebrando os aneis e canaletas de pistão, principalmente em condições de aceleração máxima por tempo prolongado, mas dá para avançar o ponto para conseguir um pouco mais potencia, desde que se enriqueça a mistura para refrigerar melhor a câmera de combustão. Essa mistura mais rica acaba por aumentar a temperatura dentro do catalizador no escapamento, causando problemas na peça. Além disso, vai aumentar a contaminação do óleo por gasolina e acelerar o desgaste da paredes dos cilindro, por "lavar" o filme de óleo. Vai acabar afetando a vida do rolamento da biela também, pois o avanço maior na ignição aumenta a pressão de pico no momento da queima e quem segura a pancada é o rolamento ( ou as bronzinas em motores maiores ).

Perceba que tudo ali foi pensando para trabalhar em conjunto, uma peça dependendo da outra.

Resumo, na MINHA OPNIÃO, se quer um equipamento confiável e durável, a fábrica já pensou nisso, alterar esse equilibro traz consequências.