Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Aqui estarão reunidas todas as informações a respeito da Ténéré 250
Rafael11
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 75
Registrado em: 07 Mai 2015, 10:59
Cidade onde mora: São Paulo/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Rafael11 » 31 Jul 2020, 03:45

Então Felipe, a 7100 ok. Mas será que teria um limite mínimo de RPM para a longevidade do motor? Tipo manter uns 4000 - 4500 em estrada por muitas horas seria prejudicial com relação a 7000 RPM. Tipo refrigeração, baixa circulação de óleo etc....?

Rafael11
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 75
Registrado em: 07 Mai 2015, 10:59
Cidade onde mora: São Paulo/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Rafael11 » 31 Jul 2020, 03:52

Alisson César escreveu:
28 Jul 2020, 13:33
Boa Tarde senhores,

Estou com uma teneré 250 blueflex 2016, estou começando a fazer viagens, na estrada a Tenere 250 chega a qual velocidade máxima?
Em quinta marcha, a minha gasolina 2011, acredito que chegou a 143Km/h no painel à uns 9300 RPM.
Dependendo do plano, chega a uns há mais de 130 km/h.
Na subida pode baixar para uns 100 km/h. Andando em rodovias nas minhas experiências, nunca precisei reduzir para a 4 marcha, mas dependendo do caso você talvez precisará.

Esses marcações não são precisas, é mais ou menos o que me lembro.

Rafael11
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 75
Registrado em: 07 Mai 2015, 10:59
Cidade onde mora: São Paulo/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Rafael11 » 31 Jul 2020, 03:56

FabioSp escreveu:
27 Jul 2020, 08:14
Esse conceito de consumo se aplica a qualquer veiculo, não só a Ténéré por andar em alta rotação.

Fiz duas viagens longas com um colega de BMW F800 e, rodando a 100-110km/h o consumo da moto dele era praticamente o mesmo consumo da Ténéré 250. Nessa velocidade o motor dela está praticamente dormindo, andavamos 250/300km e abastecíamos, mal chegava dar 0,5l de diferença.

Quando eu tinha a Midnight também era mesma coisa, embora ela andasse a baixos giros a 140~160km/h, consumia muito mais gasolina que a 110km/h. Carro tb é assim, meu Palio ( motor Evo-Fire ) andando a 100km/h chega a fazer 17...18km/l em rodovia plana. Se andar a 140/150 vai para 10...12km/l.
Uma dúvida. Quando eu mantenho 4000 - 4500 RPM, as vezes eu tenho que dar mais carga no acelerador do que quando estou com rpm maior.
Obs.: Neste caso faço assim quando encaro uma ladeira eu acelero suavemente até o ponto que o motor começa a trepidar, ai mantenho e rpm vai subindo. Acima de 4500 rpm o motor não trepida com carga total.

Nestes casos o moto continua a ser econômica?

Rafael11
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 75
Registrado em: 07 Mai 2015, 10:59
Cidade onde mora: São Paulo/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Rafael11 » 31 Jul 2020, 04:02

--V8-- escreveu:
26 Jul 2020, 15:11
Já fiz um trecho de 700 km com cabo enrolado, e percebi que não compensa. Pois acabei parando mais para abastecer e fora que ficamos mais cansados devido ao aumento da atenção.

Este mesmo trecho andando entre 100 à 115 km/h consigo fazer médias de consumo de 27 à 30 km/L. Andando de cabo enrolado caiu pra 20.
No alcool?

Realmente, o ideal é andar na velocidade que a pessoa se sente mais segura.

Até andando mais devagar pode ser inseguro para algumas pessoas, visto que os caminhões aproveitam as ladeiras para ganhar velocidade.

Eu acho o mais seguro andar o tanto devagar para acompanhar o fluxo dos veículos da direita e se manter afastado dos caminhões e outros veículos.

Abraços.

Felipemlima
Novato-
Novato-
Mensagens: 7
Registrado em: 18 Mai 2020, 01:38
Cidade onde mora: Rio de Janeiro / RJ

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Felipemlima » 05 Ago 2020, 00:23

Rafael11 escreveu:
31 Jul 2020, 03:45
Então Felipe, a 7100 ok. Mas será que teria um limite mínimo de RPM para a longevidade do motor? Tipo manter uns 4000 - 4500 em estrada por muitas horas seria prejudicial com relação a 7000 RPM. Tipo refrigeração, baixa circulação de óleo etc....?
Com a rotação até 4.500 numa estrada você estará muito abaixo da velocidade normal, mas acredito que não tem limite mínimo, mesmo com o motor em baixa rotação, o óleo circula normalmente e a refrigeração do motor ocorre, aliás, tenho bastante quilômetros rodados com esse motor e nunca o vi esquentar além do normal.
Tenere 250 (2018) - Atual
Xtz 250 X (2010) - 2018/19
Xre 300 (2012) - 2015/17
Xtz 125 (2011) - 2011/13
Xtz 125 (2009) - 2009/11

Avatar do usuário
Filipe S
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 84
Registrado em: 04 Jan 2019, 20:03
Cidade onde mora: Mariana-MG

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Filipe S » 08 Out 2020, 07:51

Rafael11 escreveu:
31 Jul 2020, 03:56
FabioSp escreveu:
27 Jul 2020, 08:14
Esse conceito de consumo se aplica a qualquer veiculo, não só a Ténéré por andar em alta rotação.

Fiz duas viagens longas com um colega de BMW F800 e, rodando a 100-110km/h o consumo da moto dele era praticamente o mesmo consumo da Ténéré 250. Nessa velocidade o motor dela está praticamente dormindo, andavamos 250/300km e abastecíamos, mal chegava dar 0,5l de diferença.

Quando eu tinha a Midnight também era mesma coisa, embora ela andasse a baixos giros a 140~160km/h, consumia muito mais gasolina que a 110km/h. Carro tb é assim, meu Palio ( motor Evo-Fire ) andando a 100km/h chega a fazer 17...18km/l em rodovia plana. Se andar a 140/150 vai para 10...12km/l.
Uma dúvida. Quando eu mantenho 4000 - 4500 RPM, as vezes eu tenho que dar mais carga no acelerador do que quando estou com rpm maior.
Obs.: Neste caso faço assim quando encaro uma ladeira eu acelero suavemente até o ponto que o motor começa a trepidar, ai mantenho e rpm vai subindo. Acima de 4500 rpm o motor não trepida com carga total.

Nestes casos o moto continua a ser econômica?
Economia em qualquer veiculo, use 50% do acelerador na maior parte do tempo. Os outro 50% vc usa para ganhar velocidade por ex, entrando na pista, ultrapassando, ganhando velocidade antes de iniciar uma subida etc.

Um erro muito comum que vejo com relação a isso, é o cara enfiar na cabeça que tem que andar a uma velocidade máxima apenas, tipo, 80 ou 100 km/h visando economia. Ok, no plano, pode ser. Mas na descida, deixa o veiculo andar. Vai pegar um trecho com subida, é melhor acelerar um pouco a mais antes no plano ou até mesmo descida e chegar na subida a uns 120 por ex do que segurar, chegar no pé do morro e abrir o acelerador todo pra manter ou tentar ganhar um pouco de velocidade.

Estrada é algo muito dinâmico, varia muito e muda muito a todo tempo. Outro erro que vejo muito, mais em carros e caminhões, é o cara enfiar na cabeça que tem uma rotação só pra trocar de marcha. Tipo, 3000 RPM é o máximo para uma boa troca. NÃO. depende do lugar, da situação, do veiculo, da carga, da velocidade, do transito etc.
Ténéré 250 2014 (moto do tiozão 😆)
YBR 125 ED 2007 (econômica mas maaaanca)😥
CG 125 ES 2002 (a poderosa que deixou saudades)😜
Biz 125 ES 2007 (a moto que mais me jogou no chão) 😬
CBX 250 Twister 2007 (destroyed)😭

Avatar do usuário
Filipe S
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 84
Registrado em: 04 Jan 2019, 20:03
Cidade onde mora: Mariana-MG

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Filipe S » 08 Out 2020, 08:05

Felipemlima escreveu:
05 Ago 2020, 00:23
Rafael11 escreveu:
31 Jul 2020, 03:45
Então Felipe, a 7100 ok. Mas será que teria um limite mínimo de RPM para a longevidade do motor? Tipo manter uns 4000 - 4500 em estrada por muitas horas seria prejudicial com relação a 7000 RPM. Tipo refrigeração, baixa circulação de óleo etc....?
Com a rotação até 4.500 numa estrada você estará muito abaixo da velocidade normal, mas acredito que não tem limite mínimo, mesmo com o motor em baixa rotação, o óleo circula normalmente e a refrigeração do motor ocorre, aliás, tenho bastante quilômetros rodados com esse motor e nunca o vi esquentar além do normal.
O problema de moto com arrefecimento a ar é esse. O motor não vai esquentar muito com boa ventilação. Boa ventilação vc precisa ter velocidade.
Tá certo que a moto foi feita pra rodar em tudo quanto é lugar, isso inclui velocidades muito baixas em cidade mesmo a grandes velocidades em rodovias.

A pouco tempo passei por uma situação que me fez pensar nesse assunto na Ténérézinha. Peguei um trecho de estrada, uns 15 km atrás de 2 caminhões andando abaixo de 40 km/h, as vezes até 20 km/h. O único ponto permitido para ultrapassar, o caminhão a minha frente avacalhou, tentou ultrapassar, não conseguiu e não deixou ninguém ir. Tinha pontos que mesmo sendo proibido, era muito seguro para eu passar os 2, só que tinha uma viatura da PMR atrás da minha moto. Como é que vai? Não tem jeito. com isso, começou o trecho longo em descida. O motor já estava quente pra caramba. Não tem marcador de temperatura mas a gente sente na perna que tá bem quente.
Com essa situação, deixei descer de 5ª, segurando só nos freios. Mas ai eles é que começaram a esquentar e ficar ruim. Tome marcha pra baixo pra aliviar o freio, ai o "calor" nas pernas aumentava, tome marcha pra cima pra aliviar nos freios.
Ténéré 250 2014 (moto do tiozão 😆)
YBR 125 ED 2007 (econômica mas maaaanca)😥
CG 125 ES 2002 (a poderosa que deixou saudades)😜
Biz 125 ES 2007 (a moto que mais me jogou no chão) 😬
CBX 250 Twister 2007 (destroyed)😭

Avatar do usuário
Davrison
Usuário+
Usuário+
Mensagens: 235
Registrado em: 20 Mai 2015, 08:31
Cidade onde mora: Campinas/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por Davrison » 08 Out 2020, 08:25

Li uma reportagem uma vez que diz que motos refrigeradas a ar são projetadas para trabalhar com uma temperatura de trabalho maior que refrigeração liquida (cerca de 10-20°C a mais). No caso, o óleo não é responsável diretamente por resfriar o motor, mas sim o ar que passa pelas galerias, o óleo apenas auxilia, principalmente se tiver radiador como os motores 250cc da yamaha. Logo, a rotação do motor não vai influenciar na refrigeração e sim a velocidade que anda. O que isso significa (explicado na reportagem), motos que andam majoritariamente na cidade tendem a "queimar" o óleo mais rapidamente, então, é aconselhável intervalos de troca menor que uma moto que só anda em rodovia. Caso contrário, ocorre um circulo vicioso, pois, maior temperatura degrada o óleo mais rápido, óleo degradado não lubrifica direito gerando mais atrito que gera mais calor.
"Não se trata de quão forte pode bater, se trata de quão forte pode ser atingido e continuar seguindo em frente. É assim que a vitória é conquistada."
Rocky Balboa


CB500X 2020 Preta
Tenere 250 2011 Preta
NX350 Sahara 1997 Roxa

Avatar do usuário
FabioSp
Usuário-
Usuário-
Mensagens: 93
Registrado em: 26 Jun 2016, 08:45
Cidade onde mora: RMC/SP
Localização: RMC/SP

Re: Rodovia bandeirantes 45 minutos aceleração maxima

Mensagem por FabioSp » 14 Out 2020, 23:26

Davrison, concordo com você que a velocidade influencia muito sim a refrigeração, inclusive a Midnight 950 que eu tinha, nem radiador de óleo possuia, só as aletas do motor.

Mas não podemos ignorar que, o motor a combustão, na sua tarefa de transformar energia química ( combustível ) em movimento, é uma excelente caldeira kkk

Parece zoeira, mas os mais modernos motores ciclo otto ( gasolina e etanol ) mal conseguem transformar 30% da energia desses combustíveis em movimento, o resto se perde em calor, ruido, vibração, etc, assim, quanto mais combustível sendo queimado, consequentemente quanto maior a potencia produzida, exponencialmente os 70% se transformam em mais e mais calor.

Responder